Geral, O Baú de um Repórter

O Baú de um Repórter

Como jornalista e na condição de repórter ou editor sempre valorizei o trabalho do repórter fotográfico. O repórter fotográfico diria até é o braço direito do repórter que escreve as matérias. Para uma reportagem sair perfeita tem que haver uma certa cumplicidade no trabalho dos dois. Vamos ao fato:

A perspicácia de dois repórteres fotográficos que conheci

Quando trabalhei no jornal Diário de Natal conheci Eduardo Maia, um repórter fotográfico dotado de agudeza de espírito. Maia é um desses repórteres que parece pensar no que o escriba vai colocar no texto tamanha é a sua imaginação na hora de fazer a foto. Nem precisava falar com ele que a foto tinha que casar com o texto. Já sabia disso.

Lembro que uma vez em Recife (PE) escalado que fomos – eu e ele – para fazer uma cobertura de uma viagem do então candidato do PT ao governo do Rio Grande do Norte, Salomão Gurgel, hoje prefeito da cidade de Janduís, interior do estado, acompanhamos Salomão numa gravação que teria com Lula, então candidato à Presidência da República.

Chegamos no estúdio pouco antes de se iniciarem as gravações. Eduardo Maia começou a observar o local. A sala era pequena, nem bem cabia a equipe de gravação e os candidatos que iriam gravar o programa eleitoral do PT. Na hora de Salomão gravar ao lado de Lula, Eduardo Maia não contou conversa. Pegou em primeiro plano o câmera-mem e em segundo Salomão e Lula. Resultado: uma foto que mereceu destaque no dia seguinte na página de Política do Diário.

Outro fotógrafo que conheci, esse um pouco mais novo do que Eduardo Maia não só na idade como também na profissão foi Ney Douglas. Tive a oportunidade de trabalhar com ele quando era editor de Política no extinto jornal JH Primeira Edição. Ney Douglas que hoje está no Novo Jornal sempre foi um profissional que procurava aprender. Acho que até hoje ele é assim. Muitas vezes conversávamos na Redação trocando ideias sobre a melhor maneira do repórter fotográfico trabalhar em conjunto com o repórter de texto.

Na cobertura do sepultamento do ex-governador e ex-ministro de Estado Aluizio Alves Ney Douglas deu um banho. Uma das fotos, lembro bem, foi tirada de cima de uma árvore próximo a sepultura. A foto foi feita de cima pra baixo na hora do caixão baixar a sepultura. A foto foi única e dei destaque na página de Política do jornal.

Obs do Blog: O web-leitor que quiser conhecer outras memórias deste repórter é só ir em BUSCA na coluna à direita e digitar uma palavra-chave tipo Baú.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *