O Baú de um Repórter

O Baú de um Repórter

selo-blogdobarbosa-pO dia em que Henrique pagou um mico

No jornalismo acontecem coisas muitas vezes engraçadas que acabam virando comentários nas Redações. Uma delas aconteceu numa dessas campanhas para prefeito de Natal (RN), em que o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) disputou o pleito. Vamos ao fato:

O deputado Henrique Eduardo Alves estava sendo entrevistado na antiga Rádio Poti pelos colegas Juliano Freire e Roberto Medeiros. Em dado momento da entrevista foi feita uma pergunta ao deputado-candidato sobre se sabia quanto estava custando o preço da passagem de ônibus. Henrique pensou, pensou  e com a demora em responder seu assessor soprou no seu ouvido. Foi então que Henrique conseguiu responder. Mas acabou pagando um mico porque, salvo engano, Roberto Medeiros disse no ar para os ouvintes que o assessor do candidato tinha soprado no seu ouvido o valor da tarifa.

Mas isso, no entanto, não tirou o deputado Henrique Eduardo do sério. Ele acabou levando a coisa na esportiva. Mas são situações que as assessorias devem estar preparadas e orientar os candidatos para perguntas desse tipo, que muitas vezes podem parecer banais, mas que para o eleitor é importante. Essa história me foi contada por Juliano Freire anos depois, e sempre que ele lembra a gente morre de rir com a situação.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *