Galeria

População de Cruzeta (RN) está sendo contaminada por arsênio, diz ONG

Boletim online da ONG Baobá faz um alerta preocupante. A população de Cruzeta, distante 220 quilômetros de Natal, capital do Rio Grande do Norte, está sendo contaminada por arsênio. Veja o que diz Haroldo Mota, membro da ONG:

Fomos informados por uma amiga que mora na cidade de Cruzeta, interior do estado, que dez pessoas residentes na região realizaram exames médicos e todas constavam em seus resultados de sangue uma grande concentração de arsênio.

O Arsênio

Segundo a Organização Mundial de Saúde, pela exposição prolongada ao arsênio presente em água e comida pode provocar vários tipos de cânceres, como o de pele, pâncreas e pulmão, além de abalos ao sistema nervoso, má-formação neurológica, abortos e doenças do coração e diabetes.

Metais mais nocivos à saúde humana

O arsênio, como o mercúrio, o chumbo e o cádmio, está entre os metais mais nocivos à saúde humana.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) considera o arsênio um dos 10 químicos de grande preocupação para a saúde pública, e recomenda que a exposição ao metal seja prevenida. Segundo a agência, a ação mais importante é ter acesso a fontes adequadas de água, que sejam seguras para beber.

2 Responses to População de Cruzeta (RN) está sendo contaminada por arsênio, diz ONG

  1. Maria Ismênia Pinheiro disse:

    Pelo que entendi o arsênio pode causar transmissão através da água! Terá sido por esse meio que a população de Cruzeta foi contamidada? É preocupante…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *