Editorial

Republico aqui um Editorial publicado no final de 2016. Mais que atual. Confiram!

A confirmar-se o que diz o jornalista Ricardo Noblat em seu blog nesta terça-feira, 20 de dezembro de 2016fica caracterizado o propósito do golpe para tirar Dilma Ruosseff do governo e banir o PT da vida pública e, claro, junto com ele o seu líder maior, Luiz Inácio Lula da Silva. Veja, caro leitor, o que diz Noblat

– Se achasse necessário prender Lula, o juiz Sérgio Moro já o teria feito. Se não o fez até agora foi porque Lula não representa nenhuma ameaça às investigações dos seus supostos crimes. Nem à ordem pública. Uma prisão dele que parecesse precipitada, isto sim, poderia pôr a ordem pública em risco.

Moro caminha na direção prevista por oito de cada dez advogados que acompanham de perto a Lava-Jato: condenará Lula ao fim de vários processos, mas não o prenderá. Lula só será preso se a segunda instância da Justiça, o Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) confirmar a decisão de Moro e mandar prendê-lo.

E finaliza:

– É provável que Lula se torne réu em outros processos. Para que ele fique impedido de disputar as eleições de 2018, basta que seja condenado uma única vez. E que a condenação seja confirmada pela segunda instância da Justiça. Os advogados dele estão certos de que isso ocorrerá até o final do próximo ano. Lula está entre a fuga e a prisão.

Não à toa Noblat faz as afirmações acima. A grande preocupação da direita e da elite brasileira, tendo sob o seu comando a poderosa Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), simbolizada no famoso “Pato Amarelo”, que encampou os movimentos de rua pelo impeachment da presidenta Dilma, é de Lula voltar a presidir o Brasil.

Mesmo sendo investigado em vários processos que lhe imputam supostos crimes, Lula em todas as pesquisas realizadas pelo Datafolha em simulações para as eleições presidenciais de 2018, figura em todas elas em primeiro lugar. Só perderia num hipotético segundo turno porque a direita se uniria para tentar evitar o ex-metalúrgico chegar ao poder pela terceira vez.

Para evitar que Lula seja candidato a presidente o script já está montado. Sangrá-lo até 2018. Disso não tenho dúvida. Mas, corre-se o risco da cobra jararaca resistir.

Como bem disse o jornalista Élio Gaspari, “a Jararaca está viva e fabrica postes”. Ou seja, Lula até pode não ser candidato em 2018, mas o poste que apoiar poderá vencer a eleição.

A conferir!

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *