Política

Bolsonaro quer derrubar sigilos do BNDES, que corre risco de ser extinto

Está no Jornal GGN, de Luís Nassif

Jair Bolsonaro usou as redes sociais para prometer a seus seguidores abrir a “caixa-preta” do BNDES, derrubando todos os sigilos do banco com a desculpa de que a população tem direito de saber o que é feito com os recursos. O presidente eleito não deixou claro qual será o destino da instituição a partir de 2019. Agência de notícias ligada ao Estadão afirmou, no início do mês, que se cair nas mãos de liberais ligados a Paulo Guedes, o BNDES tende a ter seu papel encolhido e eventualmente, após as privatizações, poderá ser extinto.

“Firmo o compromisso de iniciar o meu mandato determinado a abrir a caixa-preta do BNDES e revelar ao povo brasileiro o que foi feito com seu dinheiro nos últimos anos. Acredito que esse é um anseio de todos”, escreveu Bolsonaro, no Twitter. “Vamos abrir todos os sigilos do BNDES, sem exceção. É o dinheiro do povo e nós temos que saber onde está sendo usado”, acrescentou.
Segundo o Estadão, ainda não há definição sobre o comando das estatais, pois o gabinete de transição de governo prioriza o desenho da Esplanada dos Ministérios e seus titulares.
Sobre o BNDES, há a possibilidade de assumir como presidente um nome indicado pelo grupo militar, estatizante, que entende que o banco “poderia diminuir, mas ter alguma função no financiamento à inovação e aos investimentos em infraestrutura.”
“Já para o grupo mais liberal, o BNDES poderia se dedicar apenas às privatizações de estatais e estruturação de projetos de concessões de infraestrutura à iniciativa privada. Essa função teria prazo de validade. Vendidas as estatais e concedidos os principais projetos de infraestrutura em carteira, o BNDES poderia até mesmo ser extinto.”
São cotados para o BNDES nomes como Carlos da Costa, Joaquim Levy, Eduardo Centola, sócio e co-presidente do Banco Modal, além do economista Rubem de Freitas Novaes, que foi diretor do banco em 1982 e é o favorito para o cargo.
Foto reproduzida da Internet
Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *