- blogdobarbosa - https://blogdobarbosa.jor.br -

O papel de dom Eugenio Salles e Sobral Pinto na ditadura militar

Está no Jornal GGN

Criticado pela esquerda, visto como insensível ante os abusos contra direitos humanos pela ditadura, na verdade o cardeal dom Eugênio Salles teve papel relevante na defesa dos perseguidos.

Quem afirma isso é a advogada Eny Moreira, figura chave na defesa dos presos políticos da ditadura militar. Assistente de Sobral Pinto, figura maior na defesa dos perseguidos, Eny testemunhou vários episódios em que a atuação de dom Eugênio foi crucial para salvar pessoas.

O cardeal tinha uma vasta rede de contatos junto ao poder. E era respeitado, em um período em que a Igreja Católica ainda gozava de muita influência.

Conta também que Sobral Pinto apoiou inicialmente o golpe de 64. Foi procurador por um grupo de militares, entre os quais Castello Branco, pedindo orientação para tirar Jango sem desrespeitar a Constituição. Sobral os orientou e colocou como ponto central a convocação de eleições gerais, assim que Jango fosse impichado.

Depois de chegar ao poder, os militares não quiseram mais largar.

Eny conta também histórias de advogados perseguidos, presos e torturados pelo regime militar.

Imagem reproduzida do GGN

Share Button [1]