Artigo

A brejeira de forma velada. O TRE-RN precisa fazer uma campanha de esclarecimento

‘O TRE-RN (Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte) tem que está atento à brejeira de forma velada que está se observando no estado, antes mesmo do pleito em 7 de outubro. Me refiro a tentativa de compra de voto sob chantagem aos eleitores mais inocentes.

Chegou ao conhecimento do Blog que algumas ditas lideranças estão procedendo de forma velada de artifício ardil para induzir o eleitor a votar em determinado candidato, seja para deputado, senador e até mesmo governador. O artifício se resume no fato de dizer ao eleitor despolitizado, que sabe se ele votou ou não no candidato que a tal “liderança” indicou. Ou seja, a “liderança” diz àquele eleitor que está vendendo o voto, que ele tem como saber se ele [o eleitor] votou ou não no candidato indicado.

Balela, pura balela. Não tem como mais se fazer brejeira como antigamente, em que o politico só pagava o resto da “dívida”, depois de comprovado nas urnas que aquele eleitor tinha votado nele. O voto é eletrônico, difícil se fazer uma fraude agora.

Fato é que o TRE-RN precisa fazer uma campanha contra a venda do voto, esclarecendo ao eleitor que isso é ilegal e que ele pode ser preso por isso. Contudo, enquanto isso não for feito, a brejeira de forma velada continua a acontecer, lamentavelmente. Pessoas humildes vendem o voto em troca de R$ 10,00. Isso pode parecer um absurdo, mas quem precisa dar de comida ao filho que deixou em casa sem nada para comer, não pensa com a cabeça e sim com a barriga. O eleitor, neste caso, não é culpado. Quem é culpado é a “liderança” ou o político inescrupuloso que se aproveita da miséria alheia para alienar, através da compra do voto o eleitor desprevenido.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *