Política

Quem é Bolsonaro para merecer aparato policial? Natal é mesmo uma Província!

Natal, capital do Rio Grande do Norte é mesmo uma Província. Nesta sexta-feira (9), o pretenso candidato à Presidência da República, deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), ao ir participar de uma entrevista a uma emissora de rádio na capital potiguar, foi acompanhado por um verdadeiro aparato policial com direito, inclusive, a oito batedores e uma viatura do CPTran (Companhia Estadual de Trânsito). Veja fotos.

Pergunto: quem é mesmo Bolsonaro para ter direito a esse aparato policial? Um simples militar da reserva, pretenso candidato a presidente, que vem ocupando a lacuna deixada pela direita com políticos como o senador Aécio Neves (PSDB-MG), sendo citado na Lava Jato, assim como o ex-ministro José Serra (PSDB-SP) e outros menos votados. Um discurso de ultadireitista recheado de preconceitos e homofobia de resgate a ditadura militar do qual ele fez parte.

Só mesmo Natal para dar tanta importância a um político que até bem pouco tempo atrás só era conhecido por seu pensamento homofóbico. Aliás, faço uma mea culpa, Natal só não, a “República de Curitiba” outro dia também deu manifestações de “afago” ao discurso oportunista que levou, por exemplo, o empresário João Dória Junior a ser prefeito de São Paulo e Donald Trump a ser presidente dos Estados Unidos.

Se, sequer, é ainda candidato à Presidência da República, imagine, caro leitor, se Jair Bolsonaro se tornar candidato, quando visitar os locais de campanha vai exigir sempre aparato policial. Por que será, hein?

E vivas a Província de Natal e a República de Curitiba que enxergam em Bolsonaro um “mito”

Fotos reproduzidas do watsapp

2 Responses to Quem é Bolsonaro para merecer aparato policial? Natal é mesmo uma Província!

  1. Teofilo disse:

    Triste ver esses falso lideres enganarem a tatos!

  2. Rita Andrade disse:

    Alguém que tem medo dos pobres.
    Alguém que representa a bancada da bala.
    Alguém que defende um estado militar.
    Alguém que não teria como ser notado, se não fosse por atrapalhar o trânsito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *