Entrevista

Humor: Lula tenta entrar no triplex e porteiro diz que não é dele

Essa eu pesquei no twitter. Não sei o autor, mas que foi criativo foi. Leia o texto:

“Cansado,  meio sonolento depois do banho de mar, em Guarujá, Lula resolve entrar no prédio e é  barrado pelo porteiro:

– Onde o senhor vai?

– Vou até o triplex.

– Mas ele está fechado. O senhor não pode entrar.

– Como não companheiro? Estou exausto, quero tirar uma pestana…

– Mas o senhor não pode entrar sem autorização do dono.

– O dono sou eu, companheiro porteiro. Pergunta ao Moro!

– O senhor tem a escritura?

– Não.

– O senhor tem promessa de compra e venda?

– Não.

– O senhor tem documento de doação ou qualquer outra coisa que mostre que o imóvel é seu?

– Não.

– Então não pode entrar.

– Mas eu tenho a palavra do Moro. Liga pra ele.

– Não, não e não.  Sem documento, não tem chave.

– Mas…

– O senhor não pode entrar e ponto final.

– Mas o Moro… o TRF4…

– Se o senhor insistir, eu vou chamar a polícia. Aliás, olha ela aí.

– O que está havendo aqui? Por que os indivíduos estão discutindo?

– Eu só estou lutando pelos meus direitos, companheiro guarda. Quero entrar no apartamento que Moro me deu.

– Eu estou reconhecendo o senhor… O senhor não é aquele baderneiro que eu prendi na greve dos metalúrgicos?..

– Peraí, companheiro guarda…

– Arrumando confusão de novo???

–  Companheiro guarda, eu estou com sono. Eu só quero tirar uma soneca no apartamento que Moro…

– Que Moro, que nada! Este apartamento não é seu e nem é mais da OAS.

– Como?

– A justiça penhorou o imóvel e a porta está lacrada.  Estou aqui para cumprir ordens.

– Mas…

– Nem o senhor nem ninguém pode entrar agora. Nem mesmo o Moro poderia.

–  Como assim? A justiça penhorou o meu imóvel?

– O senhor insiste…

– Mas por que a justiça penhorou o  imóvel que Moro me deu?

– Pra pagar as dívidas da OAS.

– A justiça penhorou o imóvel que Moro diz que é meu para pagar as contas da OAS??? Como assim???

– Circulando, circulando.

– Calma, companheiro. Não empurra.

– E o senhor, cuidado, hein?

Eu estou louco pra prender o senhor de novo.”

 

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *