10433145_719245794807116_3601779235249566949_n

O Baú da Fotografia

Essa quem me enviou foi o colega e amigo Iranilton Marcolino. Diz ele: - Remexendo no passado no fim de semana, encontrei essa imagem. A foto de uma visita do então governador Leia Mais »

cinthia2-seu-alcides

O Baú da Fotografia

Essa quem me enviou foi o amigo Marcos Pedroza. Natal, rua Ulisses Caldas, um dia qualquer do ano de 1943. Um grupo de soldados americanos visitam uma loja à procura de um item raro Leia Mais »

Redinha

O Baú da Fotografia

Essa quem mandou foi Marcos Pedroza, amigo e leitor do blog. Trata-se de uma foto histórica da praia da Redinha, litoral norte do Rio Grande do Norte. Leia Mais »

Americanos em Parnamirim Field

O Baú da Fotografia

Americanos relaxam no acampamento da construção da Base Aérea de Parnamirim. Hart Preston, 1941. Obs do blog: Essa eu pesquei do amigo Léo Sodré, que postou a foto no twitter. Leia Mais »

Viaduto de P. Negra

O Baú da Fotografia

Essa é lá do fundo do baú mesmo, e quem me mandou  foi o amigo Marcos Pedroza. Trata-se do viaduto de Ponta Negra em 1974. Para os saudosistas vai aí uma bela Leia Mais »

VEJA MAIS FOTOS NO BAÚ DA FOTOGRAFIA

Exames de DNA são suspensos por falta de pagamento do governo

Os exames de DNA realizados pelo Laboratório DNA Center estão suspensos a partir desta quinta-feira (24) devido à falta de repasse financeiro por parte do governo do estado ao laboratório DNA Center, contratado para o serviço. O convênio foi firmado por meio da Secretaria de Estado de Trabalho, da Habitação e de Assistência Social (Sethas). De acordo com a direção do DNA Center, o repasse financeiro não é feito desde janeiro de 2014.  Os exames são destinados a pessoas de baixa renda e que possuem processos abertos na Justiça em busca de reconhecimento de paternidade.

Jogo duplo

Está na coluna Diário do Poder, de Claudio Humberto

Coordenador da campanha de Aécio Neves, o presidente do DEM, José Agripino, ficou de defenestrar do comando do Nordeste o vice-governador Thomaz Nonô, que estaria jogando também com Eduardo Campos (PSB).

Cabo eleitoral: 50 reais por dia mais almoço

pezaopanfletoEstá na Radar-online, de Lauro Jardim

Eis alguns dados sobre o mercado que virou uma campanha eleitoral. Ontem, na Zona Norte do Rio de Janeiro, um cabo eleitoral de Luiz Fernando Pezão distribuía o panfleto acima. Dizia abertamente a quem lhe perguntava que ganhava 50 reais por dia e mais um almoço no valor de 7,90 reais.

Ilustração reproduzida da coluna Radar nn-line

Editorial

A segurança pública no RN é um caso de polícia

Sem querer ser redundante, mas a segurança pública no Rio Grande do Norte é literalmente um verdadeiro caso de polícia. Hoje, por exemplo, se chegou ao cúmulo do absurdo de se noticiar que policiais civis fizeram entrega de munições vencidas à Delegacia Regional de Mossoró, segunda maior cidade do estado.

Registro que desde o início de julho, agentes e escrivães da Polícia Civil passaram a seguir a risca o que determina a cartilha da Polícia Legal, como por exemplo, dos policiais também estarem encostando viaturas com documentação irregular. O objetivo dessas ações é a busca por melhores condições de trabalho e de policiamento para a população potiguar.

Ainda esta semana foi noticiado que policiais militares estão sendo retirados do policiamento nas ruas em Natal, para fazer custódia de presos no Hospital Walfredo Gurgel, maior unidade hospitalar da rede pública estadual.

De acordo com a Associação de Cabos e Soldados do Rio Grande do Norte, a medida tem gerado insatisfação da categoria. Ficar parado em um hospital não é o local apropriado de trabalho para um policial militar, que deveria estar na rua combatendo a insegurança. Além de não ter estrutura para abrigar o serviço de guarda, isso é desvio de função.

A segurança pública, como se observa, tem de ser prioridade número 1 no próximo governo. Bom dizer que o problema da insegurança atinge todas as classes sociais e independe de ser branco, negro, amarelo e coisa e tal. A violência hoje está em todo lugar. Os assaltos acontecem seja na bodega do seu Joaquim, seja na boutique que vende roupas de grife. Não interessa, assalto ou roubo não leva em conta condição social.

Portanto, qualquer programa de governo, seja ele a nível de estado ou a nível federal, tem que ter como prioridade número 1 a violência zero. O cidadão que paga seus impostos que ver resultados na aplicação de seu suado dinheiro em projetos de combate a violência. O candidato ou a candidata a qualquer cargo ao Executivo que não priorizar a segurança pública estará cometendo um grave erro. E não adianta também ficar só na retórica do discurso. Quem prometer, e se for eleito e não cumprir o que disse em campanha, será cobrado.

A conferir!

Policiais civis fazem entrega de munições vencidas em Mossoró (RN)

IMG-20140724-WA0004Dezenas de policiais civis fizeram entrega de munições vencidas à Delegacia Regional de Mossoró, segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, nesta quinta-feira (24). A ação faz parte da Operação Polícia Legal, praticada em todo o estado com apoio do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis), e que visa à busca por melhores condições de trabalho e de policiamento para a população potiguar.

Desde o início de julho, agentes e escrivães da Polícia Civil passaram a seguir a risca o que determina a cartilha da Polícia Legal, como por exemplo, devolvendo à Delegacia Geral munições e coletes com data de validade ultrapassada. Isso vem sendo feito tanto nas delegacias distritais, como nas Especializadas e também nas DPs do interior.

Vídeo: Luiz Melodia – Codinome beija-flor

Imagem de Amostra do You Tube

Enquete

O blog quer saber do leitor o que deve ser prioridade no próximo governo: segurança pública; saúde pública; educação pública ou todos os itens citados? Para participar da enquete é só ir na coluna à direita. Na avaliação passada em que foi perguntado ao leitor se ele achou que a Copa foi um sucesso, o resultado foi este: para 73% sim, o Mundial realizado no Brasil foi um sucesso. Para 23% não.  

Alves defende o refinanciamento das dívidas dos clubes. Para jornalista, sobrará para o contribuinte

Henrique-Alves-300x225O presidente da Câmara, Henrique Alves, candidato ao governo do Rio Grande do Norte pelo PMDB, defendeu nesta quinta-feira  (24) a votação do projeto da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) de refinanciamento das dívidas dos clubes de futebol com a Previdência Social e a Receita Federal. O débito soma R$ 4,7 bilhões, quase a metade da receita anual do Estado do RN. “O projeto é amplo, prevê investimentos em vários setores do futebol e faz exigências aos clubes. Não trata apenas do refinanciamento das dívidas, é muito mais amplo”, disse o parlamentar em entrevista ao Jornal 96, da 96 FM.

Em tempo: veja o que diz o colunista Felipe Patury, da Época, em nota sobre o assunto que leva o título  ”Câmara quer espetar dívidas dos clubes no contribuinte – mais uma vez”.

- O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), pretende colocar em pauta ainda em agosto projeto de lei que prevê o refinanciamento em 25 anos da dívida de R$ 4,7 bilhões dos clubes de futebol com a Previdência e a Receita Federal. O governo tenta evitar que o texto seja aprovado, mas sua zaga na Câmara… É melhor nem falar.  (clique aqui para conferir)

Foto reproduzida da internet

Fest Bossa & Jazz apresenta novidades para 2014

As novidades da quinta edição do Fest Bossa & Jazz 2014, que será realizado de 20 a 24 de agosto, foram anunciadas nesta quarta-feira para imprensa e patrocinadores do festival, em um coquetel realizado no CTC, em Natal. A Bossa & Jazz Street Band foi a atração principal do coquetel de lançamento.

O maior festival de Jazz gratuito do Nordeste este ano está ainda maior. Uma das novidades é que o festival terá shows e oficinas também em Natal. No dia 20 de agosto, na capital, acontecerá a abertura oficial com a realização de uma Oficina Sócio Ambiental, no auditório do Sesc. À noite, a partir das 19h, na Praça Ecológica de Ponta Negra, acontecerão duas apresentações: Candeeiro Jazz e a Sesi Big Band convida Ed Motta.

O evento segue de 21 a 24 de agosto, na praia da Pipa, litoral sul do Rio Grande do Norte, com 18 grandes shows de Jazz, Blues, Bossa Nova e boa música instrumental, workshops musicais, oficinas sócio ambientais, palestras e feira de artesanato, tudo de forma gratuita para um público total estimado em 30.000 pessoas. O evento contará com uma estrutura especialmente desenvolvida, em uma área de 18000 m², em meio à natureza exuberante da região e com fácil acesso pela rua principal de Pipa, próximo aos hotéis, pousadas e restaurantes.

Charge: Frank, em A Notícia (SC)

AUTO_frank (7)